Começou ontem em Santiago de Compostela o III Encontro internacional sobre Políticas de Intercâmbio (EIPI), organizado pelo Centro Dramático Galego e pela Cena Lusófona. Cerca de 50 instituições culturais e artistas dos vários países de língua portuguesa e da Galiza debatem ao longo de três dias as possibilidades de troca e de parcerias.

Na cerimónia de abertura, presidida pelo Conselheiro de Cultura, Educação e Ordenação Universitária da Xunta de Galicia, Xesús Vásquez Abad, o presidente da Cena Lusófona recordou as várias colaborações com instituições galegas ao longo do percurso da associação, iniciado em 1996. Destacou a edição de um número temático da revista setepalcos sobre o teatro galego e a participação regular de artistas e formadores galegos nos festivais e encontros organizados.

Salientando as origens comuns entre o galego e a língua portuguesa, António Augusto Barros defendeu que a Galiza pode ser uma “placa giratória entre três mundos – o da língua portuguesa, o da língua castelhana e toda a restante Europa”.

“A língua só não basta, mas ela é um “passaporte directo ao coração do entendimento”, disse Barros, certo do “enriquecimento mútuo” proporcionado pelo diálogo entre agentes culturais galegos e lusófonos. Em relação ao futuro próximo, reafirmou o desejo da instituição de publicar uma colectânea de teatro galego contemporâneo na colecção “Teatro”, que inclui já peças de sete países de língua portuguesa.

III EIPI 02 III EIPI 01

Em paralelo ao Encontro, decorreu na manhã deste primeiro dia uma reunião de parceiros do projecto P-STAGE – IV Estágio Internacional de Actores, liderado pela Cena Lusófona, com a participação do Elinga Teatro (Angola), AD – Acção para o Desenvolvimento (Guiné-Bissau), Centro de Intercâmbio Teatral de São Tomé e Príncipe, Sol – Movimento de Cena (Salvador, Brasil), Theatro Circo e Companhia de Teatro de Braga (Portugal), A Escola da Noite e Teatro da Cerca de São Bernardo (Coimbra, Portugal).

O III EIPI decorre na Cidade da Cultura, em Santiago de Compostela, até 2 de Dezembro e o programa inclui duas mesas temáticas, dedicadas ao ensino artístico e às relações entre empresas e cultura.

Anúncios