Em Novembro foi assim em Luanda.
Segue-se a Guiné-Bissau, já em Abril.

Anúncios